ALIANÇA FRANCESA

  • Aliança Francesa No Mundo
  • Aliança Francesa No Brasil
  • Aliança Francesa Em Sergipe
  • Quem Somos
Aliança Francesa No Mundo

Há um século aproximadamente, a Aliança Francesa de Paris difunde a língua francesa e as culturas francófonas. Estabelecimento privado de ensino superior, organismo de formação reconhecida, a Aliança Francesa de Paris Île-de-France é antes de tudo um associação de utilidade pública, conforme o que dispõe a lei 1901. Ela construiu sua ação e sua reputação sobre a qualidade de seu ensino e de suas formações, em um contexto multicultural que favorece a troca, o respeito e a convivialidade.

A Aliança Francesa foi criada em 1883 em Paris, sob a égide de Paul Cambom e Pierre Foncin, em torno a personalidades como Jules Verne, Louis Pasteur, Ferdinand de Lesseps, Armand Colin ou Ernest Renan. Ela representa hoje a primeira rede cultural mundial, com 1.040 implantações em 136 países nos cinco continentes. Cada ano, mais de 450.000 pessoas, de todas as idades, vêm aprender a língua francesa nas Alianças, e mais de 6 milhões de pessoas participam de suas atividades culturais. A coordenação da rede é assegurada pela Fondation Alliance française.

O que é uma Aliança Francesa? Cada Aliança é uma associação de direito local com fins não lucrativos, que exerce sua missão de maneira autônoma, fora de qualquer espécie de engajamento de natureza política ou religiosa. As Alianças têm em comum a persecução de três missões essenciais:

  • Propor cursos de francês, na França e no mundo, a todos os públicos
  • Fazer conhecer melhor as culturas francesas e francófonas
  • Favorecer a diversidade cultural

As Alianças Francesas partilham os valores que compõem a força e a vida da rede e subentendem cada uma de suas ações:

  • O respeito e a diversidade das culturas
  • Os valores associativos
  • A convivialidade
  • A busca da excelência em todas as atividades realizadas
  • A modernidade e a inovação

 

(Fonte: www.alliancefr.org/sommes-nous)

 

Aliança Francesa No Brasil

A Aliança Francesa está presente no Brasil há 126 anos. Sua primeira Associação foi fundada no Rio de Janeiro, em 1885, apenas 2 anos após a criação da sede em Paris. Como na maioria dos países latino-americanos, a presença francesa não se caracterizou por uma imigração de caráter econômico, e sim por um enriquecimento das relações políticas e culturais entre os dois países. Tanto na Monarquia como na República, a cultura brasileira foi extremamente influenciada por artistas e escritores franceses. Igualmente, os acontecimentos históricos na Europa e, sobretudo na França, favoreceram o desenvolvimento da presença cultural francesa.

Durante a década de 60, foram implantados 10 novos comitês da Aliança Francesa. Em 1979, atingiu-se o número de 30 associações, com 50 implantações. O francês era então língua obrigatória no ensino secundário. Atualmente a rede conta com 40 associações e 9 centros correspondentes, em praticamente todos os estados brasileiros. Embora todas as Associações sejam jurídica e administrativamente independentes, a coordenação das atividades culturais e dos programas de ensino é garantida pela Delegação Geral, situada no Rio de Janeiro, cujo é o Sr. Yann Lorvo, nomeado pela Fondation Alliance Française.

As Alianças Francesas, que já formavam uma rede solidária, estreitaram ainda mais seus laços em 2001 com a fundação da FEBRAF (Federação das Alianças Francesas do Brasil). Esta, atualmente sob a presidência do Sr. Nelson Tadeu Pasotti Pereira, Presidente da Aliança Francesa do Grande ABC, proporcionará a possibilidade de reforçar a parceria com a Embaixada da França no Brasil e com a Fondation Alliance Française. 

A rede da Aliança Francesa compreende escolas na França para a recepção de estudantes estrangeiros e mais de 1.000 estabelecimentos instalados em 135 países, onde estudam cerca de 490.000 pessoas. Geralmente, os centros locais da Aliança Francesa nascem por iniciativa de pessoas e instituições dos próprios países onde ela vem a se instalar. Cada centro goza de autonomia estatutária e financeira, sendo regido pela legislação local. Porém, todos eles funcionam em estreita relação com a matriz parisiense (Fondation Alliance française, com sede no Boulevard Raspail, nº 101, no 6º arrondissement, em Paris), que é a proprietária da marca “Aliança Francesa”.

(Fonte: Aliança Francesa do Brasil)

 

Aliança Francesa Em Sergipe

Instalada desde o início na cidade de Aracaju, a Associação Cultural Franco-Brasileira, mais comumente conhecida como Aliança Francesa, foi fundada na referida cidade a 25 de julho de 1955, com a sua primeira reunião. Desta participaram os seguintes nomes: Antonio Garcia Filho (1° presidente), Maria da Conceição Melo Costa, Maria da Glória Menezes Portugal, José Silvério Leite Fontes, Dr. Felte Bezerra, Monique Rolland (1ª diretora de cursos), Marcos Ferreira de Jesus, Dr. Lucilo da Costa Pinto, Dr. Manoel Cabral Machado, João Costa, Dr. Garcia Moreno, Dr. Garcia Moreno, Dr. José Carlos de Souza e José Carlos Teixeira. Apesar de não estar presente neste primeiro momento, Dom Luciano Cabral Duarte participava também do grupo e foi de importância capital para o nascimento da associação. A princípio, estes intelectuais compunham a Sociedade de Cultura Franco-Brasileira, criada a 14 de julho de 1946, mas ainda sem personalidade jurídica. Entretanto, era necessário criar a Associação, uma vez que a admiração pela língua e cultura francesas era uma tradição em Sergipe.

Funcionando no prédio da Academia Sergipana de Letras, a associação foi, pouco a pouco, ganhando uma maior robustez promovendo eventos culturais que estreitavam as relações franco-brasileiras aqui em nosso estado e aprimorando a qualidade inconfundível de seus cursos de francês. Em agosto de 1990, sob o governo de Antonio Carlos Valadares, foi inaugurado o atual prédio da Aliança, situado a rua Pacatuba, n° 288.

Hoje, a Aliança Francesa de Aracaju, com a sua carta de cursos bastante diversificada, usufrui de bastante prestígio no tocante ao ensino e à difusão da língua francesa e das culturas francófonas em solo sergipano.

 

Galeria dos presidentes

1° Antonio Garcia Filho

2° Osvaldo da Cruz Leite

3° Gicélia de Araújo Torres

4° Madre Albertina Brasil Santos     

5° Prof. Elódia Caldas Barros

6° Jornalista Luiz Eduardo Costa

7° Prof. Iara Menezes

8° Dr. Ana Luiza Dortas Valadares

9° Prof. Geovan Teles de Menezes

10° Dr. Ildete Caldas Barros (atual presidente) 

 

Quem Somos

COMITÊ DIRETOR

I - Conselho Diretor:

 

     Presidente..............................Ildete Soares Caldas 

     Vice-Presidente.....................Manuel Hermínio de Aguiar Oliveira

     Secretário Geral....................Maria Hermínia Caldas

     Secretário Adjunto................Maria Helena Fernandes de Barros

     Tesoureiro.............................Ana Luíza Dortas Valadares

     Vice-tesoureiro.....................Francisco Tadeu Alves da Costa

     Relações Públicas.................Carla Eugênia Caldas Barros

 

II - Conselho Fiscal Rosália Bispo dos Santos

                              Elodia Caldas Barros

                             Ascendina Maria Cabral Machado.

 

Diretor Executivo: Dr. Carlos Hermínio de Aguiar Oliveira 

Coodenador Pedagógico: Bruno Guimrães da Silva

Secretários: Carlos Henrique da Silva Santos e Zulineide Santos Cruz

Professores:

Prof. Adebaldo Matos Montalvão

Profª. Berthe De Goeswin De Almeida Mello

Prof. Luís Cláudio Almeida Santos

Profª. LizianneTorres Oliveira

Prof. Oscar Luduvice Melo Filho

Profª. Rebeca Porto

Prof. Rosana Batista Pereira

Prof. Weslin de Jesus Santos Castro